top of page
  • Foto do escritorSambaGlacê

Black Friday 2021: você está preparado para acompanhar as novas tendências de consumo?


Está chegando um dos momentos mais importantes do ano e que exerce um papel muito significativo nas vendas de todos os tipos de empreendedores, mas se você imagina que a Black Friday de 2021 será apenas uma reedição das que aconteceram nos anos anteriores, é melhor ficar bem atento!


Durante o Google Black Friday Connections, um evento exclusivo para convidados que aconteceu no dia 28 de outubro, foram discutidos uma série de temas, incluindo a grande mudança no comportamento dos consumidores durante a pandemia e a dicotomia entre o clima otimista pós vacinação em oposição à cautela que muitos consumidores aderiram após dois anos de instabilidade.


Mas afinal, por que a Black Friday 2021 será diferente de todas as outras?


Mais do que um período de abertura das vendas de festas natalinas, a Black Friday desse ano representa a retomada do poder de compra, um novo começo para empresas e principalmente para os consumidores. É inaugurado um novo jeito de comprar e de fazer negócios.


A chave para acompanhar essas mudanças é ficar alerta e se conectar com os novos desejos e motivações dos consumidores, seu novo jeito de comprar e a sua jornada.


Em dois anos de pandemia, muitos sonhos foram adiados, aquele desejo de reformar e comprar móveis novos para casa precisou estacionar por um tempo, o grande passo de trocar de emprego ficou em stand-by, a compra da casa nova, a festa de casamento ficou suspensa. E o final desse ano representa justamente a retomada desses planos que ficaram pausados nesse período.


Aos poucos a vida vai se “normalizando” dentro de um novo cenário, de uma nova realidade e as pessoas voltam a visitar lojas físicas, academias, salões de beleza. A Black Friday 2021 não é somente sobre o consumo em si, ela carrega um valor simbólico totalmente diferente, ela é um RECOMEÇO.


Queremos voltar às nossas rotinas de antes, mas definitivamente não somos os mesmos, o seu consumidor não é mais o mesmo, portanto se adaptar e se mostrar diferente para ele é uma NECESSIDADE.


Segundo a pesquisa encomendada pelo Google e conduzida pela Ipsos, 71% dos consumidores acreditam que a sua vida financeira vai melhorar até o final do ano e estão mais abertos ao consumo, em oposição temos 56% de consumidores cautelosos.


84% planejam comprar na Black Friday contra 49% do perfil dos cautelosos.

43% dos entrevistados dispostos a comprar na Black Friday já estão pesquisando e aguardando por boas opções de descontos e promoções diferenciadas até o final do mês de novembro.


A grande jogada não tem mais a ver com convencer o cliente a comprar na Black Friday, ele já vai fazer isso, mas em cativar e oferecer opções diferenciadas para mostrar para ele você é a melhor escolha.


A etapa de buscas na jornada de compras é decisiva


O brasileiro está cada vez mais envolvido com o digital e o momento da busca passou a ser decisivo para o consumidor, isso porque os sites de busca já são a principal fonte de informações para compras de varejo, além disso segundo a pesquisa global Why Video Quantitative Insights, entre os brasileiros que acessam o YouTube, 76% dizem que a plataforma os ajuda a decidir o que comprar, e 63% afirmam que anúncios ou conteúdos patrocinados os fazem querer comprar um produto ou serviço de uma marca.


Ou seja, através de buscas voluntárias ou de anúncios, os consumidores estão cada vez mais conectados e usando a internet como um fator de grande relevância em sua de compra.



Com a pandemia, mesmo os consumidores mais resistentes se viram obrigados a se adequar ao comércio digital para manter o distanciamento social e com isso muitos padrões de consumo mudaram radicalmente.


A busca por frete grátis, retirada na loja e benefícios como cupons de desconto se tornaram o grande alvo. Mas a pergunta que não quer calar é: como se adequar a todas essas mudanças?


Acompanhe as mudanças no comportamento dos consumidores


É preciso estar ligado às mudanças no comportamento dos consumidores e oferecer as soluções que eles esperam, pensando nisso separamos algumas dicas para você fazer uma Black Friday de sucesso:


• Tenha um site atualizado, rico em informações objetivas sobre o seu produto/serviço e que seja bem intuitivo: crie uma área só com produtos com frete grátis, por exemplo e facilite o momento da busca;


• Mantenha o seu Google Meu Negócio atualizado com as principais informações sobre a sua empresa: as pessoas não usam o Google somente para compras online, elas também recorrem a essa ferramenta de buscas para entender o que elas precisam nas lojas físicas, portanto manter o horário de funcionamento, endereço, telefones e outros canais de comunicação atualizados é indispensável;


• Construa presença digital: independentemente de você vender online ou somente em loja física, é superimportante estar presente nas redes sociais, ter uma boa frequência e conteúdos coesos que transmitam o propósito da sua marca. Use as redes sociais como um canal para se aproximar dos clientes, responda todas as dúvidas no inbox e comentários, peça feedbacks e fortaleça o seu relacionamento com eles.


• Ofereça diferenciais na Black Friday: crie campanhas para a Black Friday e ofereça benefícios como parcelamentos diferenciados, cupons de desconto, frete grátis, brindes e opções de pagamento que acompanhem o novo comportamento do consumidor, como o PIX sendo uma alternativa no momento da compra.


Para acompanhar as constantes transformações do consumidor pós pandemia, você precisa dar uma atenção especial às mudanças no mercado e principalmente saber como usar o marketing digital ao seu favor. Quer ter acesso a mais conteúdos como esse e não perder nenhuma novidade?


Clique aqui e siga a SambaGlacê nas redes sociais para não perder nenhuma informação sobre as tendências de consumo dentro e fora do digital.


Fonte: Rodrigo Paoletti - Head de Performance e Automação do Google em entrevista para o podcast Commerce Connections On Air.





Комментарии


001.png
bottom of page